Dezembro Vermelho – Mês da Prevenção

Em 1987, a Organização das Nações Unidas (ONU), criou a campanha Dezembro Vermelho, com o objetivo de lembrar sobre a luta contra a AIDS e propagar a compreensão, apoio e solidariedade aos portadores do vírus HIV. Em 1988, o Brasil adotou a campanha pelo Ministério da Saúde e, a partir deste momento o mês de dezembro passou a ser é dedicado a conscientizar e informar a população sobre a doença.

A Aids é uma doença infecciosa, transmitida pelo vírus HIV. Segundo dados da Secretaria de Estado da Saúde, do Ministério da Saúde e do Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (UNAIDS), a cada 15 minutos uma pessoa se infecta com o vírus no Brasil e sete pessoas morrem por dia em São Paulo.

O vírus está presente principalmente no sangue e em algumas secreções do corpo, como por exemplo o esperma, a secreção vaginal, o líquido que banha o bebê durante gestação e o líquido que banha o cérebro.

Meios transmissíveis do vírus:

– Sexo sem preservativo;

– Uso de seringa por mais de uma pessoa;

– Transfusão de sangue contaminado;

– Instrumentos que furam ou cortam não esterilizados.

Meios não transmissíveis do vírus:

– Sexo desde que se use corretamente ou preservativo;

– Beijo no rosto ou na boca;

– Suor e lágrima;

– Picada de inseto;

– Aperto de mão ou abraço;

– Sabonete/toalha/lençóis;

– Talheres/copos;

– Assento de ônibus;

– Piscina;

– Banheiro;

– Doação de sangue;

– Pelo ar.

Como é feito o exame:

O diagnóstico da infecção pelo HIV é realizado através da coleta de sangue. No Brasil, os exames laboratoriais e os testes rápidos detectam em até 30 minutos, colhendo uma gota de sangue da ponta do dedo. Os exames podem ser feitos inclusive de forma anônima. Além da coleta e da realização dos testes, é disponibilizado um processo de aconselhamento, antes e depois do teste, para facilitar a correta interpretação do resultado pelo paciente. A infecção pelo HIV pode ser detectada com, pelo menos, 30 dias a contar da situação de risco. Isso porque o exame (o laboratorial ou o teste rápido) busca por anticorpos contra o HIV no sangue. Esse período é chamado de janela imunológica.

Tratamento

O tratamento é feito com medicamentos antirretrovirais, que são fornecidos gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde. Estes medicamentos combatem o vírus e fortalecem o sistema imunológico.